Infecção Urinária na Gravidez


14-07-11_04_PARA-A-MAMAE_Infeccao-urinariaGrande parte das mulheres podem desenvolver um quadro de infecção urinária durante a gestação.Porém, se ele não for tratado devidamente, pode causar muitos males, além de dor, ardência ao urinar e desconforto, com chances de chegar até os rins e de ocasionar um aborto espontâneo. Os sintomas podem incluir dor e ardência na pelve, no ventre, febre, náuseas e vômitos, urina com o cheiro forte e com sangue e pus, e desconforto durante a relação sexual.

Antibióticos podem ser usados com segurança para essas infecções durante a gravidez. Seu médico vai pedir um exame de cultura da urina para identificar que tipo de bactéria está causando o problema.
Fale com seu ginecologista assim que perceber qualquer sinal de uma infecção do trato urinário, porque, se não for tratada, ela pode levar a uma infecção nos rins, o que, por sua vez, pode causar um parto prematuro. De rotina, o obstetra deve pedir um exame de urina na primeira consulta e mais um por volta da metade da gravidez, mesmo que não haja sintomas.

Doctor Talking to Pregnant Woman

Quais os sintomas da infecção urinária?

Eles podem incluir:

• dor ou queimação ao fazer xixi

• dor na pelve, no baixo ventre, ou dor do lado

• tremores

• febre

• sensação alternada de calor e frio

• náusea e vômitos

• vontade frequente e incontrolável de ir ao banheiro

• urina com cheiro forte

• mudança na quantidade de urina (para mais ou menos)

• sangue na urina

• pus na urina

• dor durante a relação sexual

Entre os sinais que podem indicar que a infecção passou para os rins estão febre alta e dor constante na área de um ou dos dois rins.

Infeccao-urinaria-durante-gravidez

Remédios para infecção urinária na gravidez

Os remédios mais indicados para o tratamento da infecção urinária na gravidez são os derivados da penicilina como a Amoxicilina e a Cefalexina por 7 ou 14 dias a critério médico. A cefalexina, o ceftriaxone e a ceftazidime também podem ser utilizados sem fazer mal ao bebê. A nitrofurantoína ou macrodantina também pode ser utilizada na gestação.

Dentre os antibióticos contraindicados na gravidez estão os pertencentes à classe das quinolonas e as tetraciclinas pelo risco de potenciais efeitos nos ossos e nos dentes do bebê.

É importante realizar o tratamento para infecção urinária na gravidez, mesmo que ela não gere sintomas, pelo risco de comprometimento renal (pielonefrite) e de parto prematuro.




Leave a Comment